A origem de todo mal

“Mas, o que sai da boca, procede do coração, e isso contamina o homem” (Mateus 15:18)

Ao ser questionado pelos fariseus sobre o fato de seus discípulos comerem sem lavar as mãos o Senhor Jesus declara que, ao contrário do que eles afirmavam, o coração humano não é contaminado por aquilo que entra, mas sim pelo que sai dele.

Jesus ao declarar que do coração procede todo o mal e nele o pecado é consumado antes mesmo de ser praticado, o que ia contra a ideia de pecado para o fariseu, nos mostra que o nível de obediência exigido por Deus é extremamente alto.

Enquanto que o fariseu afirmava que o homicida era aquele que havia matado alguém, Jesus declara que todo aquele que odeia o outro se torna homicida, pois em seu ódio, como escreve Bonhoeffer, está o desejo de ferir a existência e a dignidade do próximo.

O adúltero para Jesus não era apenas aquele que praticou o ato, mas também aquele que desejou ilicitamente outra pessoa. Jesus nos mostra que o coração do homem é mal por natureza, nele está a semente do pecado que foi plantada lá no Éden.

E, quanto mais cedo reconhecemos que sem Deus somos hediondos, mais cedo percebemos que precisamos de Cristo para nos ajudar a vencer essa natureza caída.

Por isso que Jeremias (17:9) declara que o coração do homem é enganoso e perverso, pois assim como os fariseus faziam, também podemos apresentar uma imagem de santos, mas alimentar um coração pecaminoso.

A declaração de Cristo nos mostra que para Deus todos são culpados e que, sem o Seu Espírito Santo, jamais vamos conseguir cumprir as exigências estabelecidas na Graça.

Hey, siga o conselho de Salomão: "Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida” (Provérbios 4:23)

Que Deus lhe abençoe e até amanhã em mais um #LittleDevocional.

#LITTLEDEVOCIONAL em seu WhatsApp

Receba nossos devocionais diretamente em seu WhatsApp. Junte-se à comunidade Little Son!

Hey, o que achou?

Deixe seus comentários