Condenação

“E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo” (Apocalipse 20:15)

Quantas vezes já não falamos ou ouvimos acerca do inferno e da eternidade longe do Senhor? Mas quantas vezes, de fato, compreendemos o que significa estar sob a condenação divina?

Toda vez que falamos sobre o inferno logo nos vem à mente a imagem clássica: sofrimento, angústia e almas implorando por misericórdia. Mas se pararmos para refletir um pouco acerca do propósito do Sacrifício de Jesus vamos compreender que, na realidade, o inferno não se parece com aquilo que imaginamos.

A graça de Deus nos proporcionou um meio pelo qual podemos, através da fé, ser livres de nós mesmos e de nossa natureza pecaminosa. Jesus não morreu para nos livrar do inferno, mas sim de nossos próprios pecados.

O inferno é a consequência da Ira de Deus sobre o pecado humano. Então, em primeiro lugar, Jesus morre para nos livrar de nossa natureza pecaminosa, da Ira de Deus e de suas consequências.

Agora, enquanto os salvos na glória jamais pecarão, pois o Senhor simplesmente aniquilará a nossa inclinação para o pecado, os perdidos jamais se arrependerão, pois a única maneira do homem reconhecer seu pecado é através do Espírito Santo e o inferno, em primeiro lugar, é onde não há Deus.

E isso nos revela que ninguém se arrependerá de seus pecados, pois não há o agir do Espírito Santo e, por consequência, mesmo se Deus abrisse a porta do inferno e chamasse todos para fora ninguém sairia, pois a natureza pecaminosa destes estará tão evidente que a única coisa que sentirão é ódio de Deus.

Mas porque resolvi escrever sobre o inferno? Pois quando compreendemos o que o pecado provoca no ser humano somos capazes de compreender a dimensão da graça de Deus.

Hey, nenhum homem ou mulher que pisou neste mundo foi projetado para o inferno, ninguém foi projetado para ser entregue à sua própria vontade pecaminosa e, desta maneira, se autodestruir em rebelião contra Deus.

Foi para isso que Jesus se entregou, para tomar o controle de nossa vida, para impedir que nossa vontade nos lance na destruição. Jesus morreu para nos libertar dessa natureza pecaminosa que, dia após dia, nos atormenta, nos angustia e nos fatiga.

É disso que Ele nos liberta e quando olhamos para o inferno vemos a dimensão do amor de Deus manifesto e disponível para mim e para você. Deus não nos criou para nos entregar às nossas próprias paixões pecaminosas, Ele te criou para você ser alvo do amor gracioso dEle.

Que Deus lhe abençoe e até amanhã em mais um #LittleDevocional.

#LITTLEDEVOCIONAL em seu WhatsApp

Receba nossos devocionais diretamente em seu WhatsApp. Junte-se à comunidade Little Son!

Hey, o que achou?

Deixe seus comentários