Folguem e alegrem-se

“Folguem e alegrem-se em ti os que te buscam; digam constantemente os que amam a tua salvação: Magnificado seja o Senhor” (Salmos 40:16)

Acredito que este seja um salmo bem conhecido pela maioria dos cristãos, pelo menos os dois primeiros versículos. O salmista inicia declarando a ação miraculosa de Deus em salvá-lo e em colocar seus pés em solo firme novamente.

E ele continua louvando ao Senhor por sua grandiosidade, mas então ele passa a rogar pelo auxílio e pela ajuda de Deus. Ele se depara com o mal que o cerca e com o pecado que tenta lhe afastar do Pai.

E não é difícil imaginarmos ele declarando em prantos “Digna-te, Senhor, livrar-me: Senhor, apressa-te em meu auxílio” (v. 13).

Mas, de repente, o salmista encerra o salmo com uma perspectiva completamente diferente. Até então ele vinha tratando das dificuldades e lutas que estava passando e então ele chama aos fiéis no Senhor que se alegrem e folguem.

A chave para compreendermos a mudança na mente do salmista está no último verso, na certeza de que o Senhor ainda está no controle e que nada escapa de Sua mão soberana.

A confiança do salmista no Senhor se encontra naquilo que ele viu em Deus, nos três primeiros versículos ele narra a ação sobrenatural de Deus em salvá-lo, em retirá-lo do charco de lodo e de colocá-lo na Rocha.

Hey, o impossível Deus já fez, Ele nos salvou em Jesus Cristo, nos libertou do pecado e das trevas, portanto, alegre-se e folgue, descanse, em Deus.

Que o Senhor lhe abençoe e até amanhã em mais um #LittleDevocional.

#LITTLEDEVOCIONAL em seu WhatsApp

Receba nossos devocionais diretamente em seu WhatsApp. Junte-se à comunidade Little Son!

Hey, o que achou?

Deixe seus comentários