Na forja de Deus

“Ensinando-nos que, renunciando à impiedade e às concupiscências mundanas, vivamos neste presente século sóbria, e justa, e piamente” (Tito 2:12)

Já faz algum tempo que tenho refletido e comparado a maneira como Deus trabalha em nossas vidas com o processo de forja do metal (na realidade desde que fiz uma ilustração aqui pro Little Son, depois vou procurar e compartilhar ela novamente). Você sabe o que é uma forja? O termo forja pode se referir tanto ao processo de fabricação, quanto às ferramentas necessárias para se trabalhar com metal.

Se você nunca viu o processo de forja recomendo que, depois do devocional, dê uma olhadinha em alguns vídeos na internet, é realmente incrível. Se compararmos o processo de forjamento de qualquer ferramenta com a nossa vida cristã vamos encontrar muitas e muitas lições importantes.

Tudo começa quando o cuteleiro ou o ferreiro pega um pedaço de aço e insere na forja para aquecê-lo, ao atingir a temperatura necessária ele leva o metal, agora incandescente, até a bigorna e começa a modelar com golpes de martelo.

O escritor aos Hebreus nos declara que Deus é um fogo consumidor, muitas vezes nos referimos ao Espírito Santo como fogo também, mas qual é o propósito do fogo? O fogo de Deus tem por objetivo queimar em nós toda a impureza, purificar de toda sujeira e nos deixar como o metal, prontos para sermos colocados na bigorna onde o Senhor irá nos moldar.

Não é um processo fácil e indolor, pelo contrário, como o próprio Jesus declara nossa vida como discípulos do Mestre será sempre marcada por angústias, sofrimentos e aflições. O próprio fato de renunciar as nossas paixões carnais, como o Apóstolo Paulo escreve para Tito, é parte do processo, pois quando sacrificamos nossa vontade, reconhecemos que somente a Vontade de Deus é perfeita e, por este motivo, somente ela é necessária para nossa vida.

A dor e o sofrimento, as tristezas e angústias são essenciais e necessárias no processo de construção e preparação das ferramentas do Senhor. Isso é necessário para que Deus nos modele conforme a Sua Vontade, se não existisse nenhuma dificuldade em nossa caminhada jamais nos aproximaríamos de Deus, ou jamais confiaríamos em Sua Palavra.

Hey, toda ferramenta útil nas mãos do Senhor deve passar pela forja e pela bigorna de Deus. Sim, todos devemos ser envolvidos pelo fogo do Senhor que consome todo pecado e nos deixa aptos para enfrentar o processo doloroso de permanecer firmes na bigorna da obediência.

Sim, não é fácil permanecer na obediência ao Senhor, isso exige de nós renúncia, dor e sofrimento. Contudo, toda ferramenta que suporta o constante martelar do ferreiro irá, ao final, se tornar útil para aquilo que foi projetada.

Que Deus lhe abençoe e até amanhã em mais um #LittleDevocional.

#LITTLEDEVOCIONAL em seu WhatsApp

Receba nossos devocionais diretamente em seu WhatsApp. Junte-se à comunidade Little Son!

Hey, o que achou?

Deixe seus comentários