Não confiarei no meu arco

“Pois não confiarei no meu arco, nem a minha espada me salvará” (Salmos 44.6)

Após narrar os grandes feitos e conquistas do povo de Israel em sua jornada até a Terra Prometida, o salmista reconhece que nada do que fizerem foi fruto de sua própria capacidade.

Devemos tomar o cuidado para não cair em nenhum dos extremos, de um lado uma apatia motivada pela ideia de que Deus nos dará tudo de “mão beijada” e do outro o desprezo pelo cuidado de Deus ao pensar que tudo o que conseguimos é fruto de nossa própria força.

O Senhor havia prometido entregar a terra para os israelitas, mas eles precisaram permanecer fiéis aos mandamentos do Senhor e precisaram guerrear para conquistar a terra.

Diante dessa realidade, a provisão de Deus e a ação humana, o salmista declara que ele não confiará em seu arco, nem em sua espada, mas apenas no Senhor que o salvaria de seus inimigos (v. 7).

Sempre que medito nesse assunto me recordo da frase de Martinho Lutero sobre a provisão de Deus e o trabalho humano: “... o ser humano também deve e tem de trabalhar e fazer algo, mas não pode se esquecer que seu alimento não vem de seu trabalho, mas de outro lugar, a saber, da rica bênção de Deus [...] Se Deus nada puser, nada se encontrará, mesmo que o mundo se mate de trabalhar e procurar”.

Hey, você e eu podemos confiar na provisão e proteção de Deus, mas isso não nos dá o direito de permanecer estagnado e, em momento algum, pode alimentar qualquer tipo de prepotência em nossos corações.

Que Deus lhe abençoe e até amanhã em mais um #LittleDevocional.

#LITTLEDEVOCIONAL em seu WhatsApp

Receba nossos devocionais diretamente em seu WhatsApp. Junte-se à comunidade Little Son!

Hey, o que achou?

Deixe seus comentários