Para onde irei?

“Para onde me irei do teu espírito, ou para onde fugirei da tua face?” (Salmos 139:7)

Desde que saiu do Éden o homem procura, a todo instante, se esconder de Deus e, toda vez que ele se encontra com o Senhor há somente duas alternativas possíveis, ou ele cai de joelhos diante da Soberania Divina ou ele foge do Senhor ou procura destruí-lo.

O primeiro encontro de Deus com os homens, fora do Éden, está registrado na narrativa do primeiro homicídio. Caim se depara com Deus ao olhar para seu irmão Abel e, ao matá-lo, o que na realidade estava tentando fazer era excluir Deus da sua frente.

Alguns séculos depois é a vez do salmista se encontrar com Deus, mas ao contrário de Caim, ele se prostra diante da insondável glória divina, ele se depara com a onipresença e a onisciência do Senhor.

E, diante destes atributos incompreensíveis, a única coisa que ele é capaz de questionar é como se apartaria dos olhos do Senhor.

O salmista sabia que, mesmo se ele optasse por odiar a Deus teria que odiá-lo sabendo que, onde quer que fosse, estaria sendo observado pelo Senhor. Mas ao invés de fugir dEle o salmista prefere se render a Ele, pois aqui está a maior promessa de conforto e de descanso.

Hey, não importa onde você está, onde você estará, não importa para onde você planeja ir ou o que você pretende dizer, Deus já sabe e por isso você pode confiar que, em tudo, Ele estará te cuidando.

Não faça como Caim, que fugiu de Deus e depois teve de conviver com a Presença constante da justiça sobre a sua consciência, faça como o salmista que se jogou aos braços do Senhor reconhecendo que Ele tinha em suas mãos todos os dias de sua vida e, por isso, somente Ele era capaz de cuidá-lo e guia-lo.

Que Deus lhe abençoe e até amanhã em mais um #LittleDevocional.

#LITTLEDEVOCIONAL em seu WhatsApp

Receba nossos devocionais diretamente em seu WhatsApp. Junte-se à comunidade Little Son!

Hey, o que achou?

Deixe seus comentários