Tome a sua Cruz

“E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me” (Lucas 9:23)

A cruz tem sido, há dois mil anos, o símbolo do cristianismo, talvez em parte porque o nosso Mestre foi torturado e morto em uma, mas talvez seja porque a própria caminhada cristã é uma negação das próprias vontades e um constante caminhar rumo ao Gólgota.

Logo após perguntar quem os discípulos diziam ser Ele, Jesus começa a declarar que Ele haveria de ir até Jerusalém e lá seria maltratado e crucificado e, em uma convocação, insere todos os discípulos na mesma caminhada rumo à morte.

“Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me”. O chamado de Jesus para negar a si mesmo é feito a todos que desejam segui-lo.

Toda pregação que centraliza o homem, suas vontades e o seu “eu” está se opondo frontalmente ao chamado do Mestre.

Embora em grande parte dos países ocidentais não corremos o risco de sermos crucificados tal como Jesus foi, no entanto, a ordem de Cristo ainda é clara e atual. A negação da própria vontade e a crucificação das paixões em prol da vontade de Deus devem ser nossa cruz diária.

Não há como seguir a Jesus sem passar pelo caminho da negação da própria vontade, sem aceitar a mortificação da própria carne pecaminosa, se o próprio Mestre negou toda a Sua glória, não temos o direito de não o fazer também.

Hey, a caminhada cristã é uma constante ida ao Gólgota, todo dia carregamos a nossa cruz e crucificamos algo que Deus não deseja que permaneça em nós, todo dia devemos andar rumo ao vitupério, rumo ao escárnio, rumo à negação do “eu” que caiu com Adão.

Que Deus lhe abençoe e até amanhã em mais um #LittleDevocional.

#LITTLEDEVOCIONAL em seu WhatsApp

Receba nossos devocionais diretamente em seu WhatsApp. Junte-se à comunidade Little Son!

Hey, o que achou?

Deixe seus comentários